JB Xavier

Uma viagem ao mundo mágico das artes!  A journey into the magical world of  the arts!

Textos


FALECEU GILSON ALVARISTO, 59, DIRETOR TÉCNICO DA FEDERAÇÃO PAULISTA DE CICLISMO, VITIMADO PELA GRIPE H1N1. MAIS QUE UM CLIENTE, UM GRANDE AMIGO. MAIS QUE UM GRANDE AMIGO, UM IRMÃO!

CARTA A DEUS, POR GILSON ALVARISTO
Por JB Xavier
São Paulo, 29-03-2016

Senhor Deus, pai todo poderoso, senhor do destino da humanidade, por certo, preocupado com o mal uso que fazemos do livre arbítrio que, como pai justo, nos concedes, escolhes, de vez em quando, um anjo, que unicamente por ti orientado, desce entre os homens, e nas vicissitudes da humanidade então assumida, nos dá exemplos de humildade, de persistência e temperança, levando-nos a nós, mortais comuns a observá-lo e a imitá-lo, em direção à concórdia e ao amor.
Assim, tu te desvelas em nos enviar teus melhores mensageiros, com a missão especial de melhorar o mundo, e cabe àqueles que tem olhos para ver e ouvidos para ouvir, aos que reconhecem em alguns dos comuns mortais, teus filhos especiais e teus mensageiros da bem aventurança, seguir seus exemplos e evoluir, para que um dia, quem sabe, possam também virem a ser um desses seres especiais.
Eu te agradeço ter-me ungido com a felicidade de conhecer um desses emissários, Gilson Alvaristo, e, dessa aproximação, desejo que permaneça em mim um pouco que seja da bondade e da humildade que permeiam os seres superiores.
Quem com ele conviveu, sabe o quanto se esforçou para cumprir sua missão. Sabe que, mesmo diante de todas as dificuldades que lhe foram impostas, tirando ânimo e forças da fé inquebrantável que tinha em si mesmo, nunca se deixou abater pela falta de reconhecimento de alguns, ou pelos excessos cometidos em seu nome, por outros.
Quem o conheceu pôde embeber-se na placidez de suas palavras, no equilíbrio que fluía de todo o seu ser e na paz interior de que quem cumpria - e bem - uma missão difícil.
Senhor Deus de misericórdia, abra tuas portas e conclame tuas hostes celestiais para receber teu filho, teu mensageiro, que retornou à casa do Pai. Nas mãos, ele traz as conquistas com as quais chamou a atenção de todos sobre si, porque era esse o Teu desejo. Nos olhos, ainda pendem as lágrimas que chorou quando precisava de ajuda e poucos, ao seu lado, se ofereceram para ajudá-lo, independentemente das alegrias que ele lhes tenha dado. No peito, as medalhas de das vitórias com as quais o presenteaste para que seu ânimo não arrefecesse.
Abra teus portões de luz, Senhor Deus do Universo, porque teu filho está de volta. E ao cruzar esses portões, hinos celestiais haverão de saúda-lo, e, quando ele for ao teu encontro, para dar-te conta de sua passagem pela terra, quando estiver diante de ti, há de sorrir para o infinito, curvar-se sobre os joelhos em reverência ao Teu poder e glória, e - na linguagem dos sábios - te transmitir sua mensagem:
“Datum perficiemus munus” - Missão dada, missão cumprida!
* * *
Gilson integrou a Seleção Brasileira de Ciclismo, representando o Brasil nos Jogos Olímpicos de 1980 e 1984, entre outras competições na Europa e América do Sul. Entre os títulos, venceu dois Brasileiro de Estrada, Pan-americano no revezamento 4X100, Volta Ciclística Nove de Julho, Campeonato Paulista, entre outros.
JB Xavier
Enviado por JB Xavier em 29/03/2016

Música: Angel Eyes (Piano) - Jim Brickman



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras