JB Xavier

Uma viagem ao mundo mágico das artes!  A journey into the magical world of  the arts!

Meu Diário
22/12/2010 10h40
2011 - O ANO DO RENASCIMENTO -

Tendo passado neste ano de 2010 pela experiência de estar diante do Umbral devido a um acidente cardíaco, muita coisa mudou em minha vida. Não vivi nenhuma experiência sobrenatural, apenas nos momentos em que se desenvolvia a batalha dos médicos pela Vida, pude refletir claramente, como se aqueles minutos fossem meses, sobre a frase de Fernando Sabino:

"De tudo ficam três coisas: A certeza de que estamos sempre recomeçando; a certeza de que precisamos continuar, e a certeza de que seremos interrompidos antes de terminarmos." 

E lamentei profundamente minha inação e meus adiamentos. Nada mais havia a ser feito e meus queridos projetos iriam comigo sem terem sido realizados.

Ao retornar à vida, decidi que não os adiaria mais. E foi assim que este site, publicação de livros, definições de vida e muitos outros projetos engavetados há décadas, vieram à luz em questão de meses.

Então, neste 2011 que chega, desejo a todos os que me ajudaram a tornar feliz meu 2010, que não esperem por uma experiência trágica como a minha para concretizar seus projetos. E para ajudá-los, eis a minha colaboração. Clique no link a seguir. Mesmo os que já conhecem o poema, parem por um momento e ouçam-no novamente. É a forma que encontrei de agradecer aos que tornaram o ano de 2010, meu ano do RENASCIMENTO   

E por falar em "renascimento," eis meu presente de natal. 
O nascimento de Jesus visto pelo pincel dos grandes pintores.   

Sintam-se todos abraçados. 

JB Xavier

* * *
In  2010 I enjoyed the experience of almost-death because a heart attack, and this experience changed my life. I have not lived any supernatural experience, only at times when it developed the battle for Life, I think clearly, as if those minutes were months, on the sentence of Fernando Sabino, a Brazilian writer:

"From everything, there are jus three things: the certainty that we are always starting, The certainty that we need to continue, and the certainty that we shall be stopped before we finish."

And I deeply regretted my procrastination and inaction. There was nothing to be done and my dear projects would die with me.

When I return to life, I decided not more to postpone. And so, this site, publication of books, definitions of life and many other projects shelved for decades, came to light in a matter of months.

Then, in 2011, I wish all
those who helped me make my 2010 happy, do not wait for a tragic experience like mine to make the dreams real. And to help you here's my contribution. Click the link below. Even those who already know the poem, stop for a moment and hear it again. It's the way I found to thank those who made the year 2010, my year RENAISSANCE.

And speaking of "rebirth," here's my Christmas present. The birth of Jesus seen by the brush of the great painters. Click in the SECOND link of this page.

 
Thanks to all
 
JB Xavier


 


Publicado por JB Xavier em 22/12/2010 às 10h40
 
12/12/2010 14h51
No Estúdio do Artista - Caminhos 01 - Tracks 01 - Acrylic on paper
NO ESTÚDIO DO ARTISTA 6 / IN THE ARTIST'S STUDIO 6

Olá, amigos.
Trago-lhes uma nova publicação na série No Estúdio do Artista. Trata-se da edição nº 6, onde lhes apresento a tela Caminhos 1, pintada em tinta acrílica sobre papel. Para acompanhar o artista durante a criação desta tela, clique no link abaixo, no texto em inglês.

Hello, friends.
I bring you a new publication in the series "In The Artist's Studio". It's issue No. 6, where I present the screen "Traks 1", painted in acrylic on paper. To follow the artist during the creation process of this painting, please, click HERE

Visite todas as obras do autor no link abaixo
Watch all JB Xavier's works at the AUTHOR'S SITE.

Clique no link abaixo para assisitir a todos os vídeos do autor no YOUTUBE
Click to visit all JB Xavier's works on YOUTUBE:

Obrigado pela visita. Espero que aprecie esta publicação.

Thank you in advance for visitors. I hope you like this painting.

JB Xavier

Publicado por JB Xavier em 12/12/2010 às 14h51
 
13/10/2010 16h39
Tela Queimada / Fire in Forest painting
Olá amigos. Se desejarem assistir ao filme do passo-a-passo da pintura da tela "Queimada!".  Por favor cliquem em "Links" e a seguir na foto da pintura.

Grato pela visita.
_______________________________

Hello, friends. If you wish to watch the making of  "Fire in Forest" painting, please click on "Links" and then in the photo of the painting.

Thank you for your visit.



Publicado por JB Xavier em 13/10/2010 às 16h39
 
16/08/2010 09h52
CONVITE À MÚSICA
Música

Amigos, com o advento da criação do site JB XAVIER administrado pelo Recanto das Letras, assumi com meus leitores – e agora ouvintes – o compromisso de divulgar também as músicas de minha autoria, e fí-lo através da chamada de capa do próprio site: “Uma viagem ao mundo mágico, da Poesia, da Pintura e da música”.

Através do Recanto das Letras, meus leitores já estão familiarizados com meus escritos, mas foi somente com a criação do site que pude publicar meus desenhos e pinturas.

Agora, dou início também à publicação de minhas músicas. O gênero por mim escolhido para o início destas publicações foi o “New Age” quer pelas amplas possibilidades que ele oferece à criação, quer pelos poucos cânones musicais por ele exigido - o que faculta ao compositor ir aos extremos de sua criatividade - quer pela extrema emoção que ele pode transmitir.

Não se pense com isso que O “New Age” exija menos conhecimentos musicais que outros gêneros de música orquestral. Ele apenas – por sua própria natureza reducionista – se atém muito mais ao sentimento impregnado na música, que às complexas técnicas de escrita musical tradicional, que exigem, muitas vezes, habilíssimos virtuoses para executá-las. No ‘New Age” o virtuosismo está muito mais na criação que na execução.

Além disso, a beleza cromática e melódica possível neste gênero musical não encontra paralelo, ao meu ver, em nenhum outro, precisamente por não se ater aos cânones musicais tradicionais. Que o digam Vangelis, Kitaro, Yanni, Enya, Loreena McKennitt e tantos outros cujas brilhantes criações acompanho há tantos anos.

Como amante da Música, de uma forma geral, e da música clássica erudita, de maneira especial, fico a imaginar o quanto as criações de Wagner devem ter incomodado seus contemporâneos, quando trazia em si novos formatos e ousadias musicais impensáveis até então. (a respeito deste tema, indico a leitura da série “Wagner e Nietzsche”, em http://www.recantodasletras.com.br/ensaios/37220 )

Então, amigos, permitam-me apresentar-lhes um modesto trabalho musical, cujo tema, para mim é a mola mestra que faz a vida valer a pena: Liberdade. Por favor, visitem "AUDIOS" no Recanto ou no Site, para ouvir a música.

Trata-se da “Sinfonia Pela Liberdade” uma obra composta de seis movimentos, a saber:

Symphony For Freedom - 1º movement - Overture - Across the Universe ( Através do Universo)
Symphony For Freedom - 2º movement - The Whisper of Silence (O Murmúrio do Silêncio)
Symphony For Freedom - 3º movement - Calliope\'s Song (Canção de Calíope)
Symphony For Freedom - 4º movement - Journey Through the Happiness (Jornada através da Felicidade)
Symphony For Freedom - 5º movement - Before the greatness of God (Diante da grandeza de Deus)
Symphony For Freedom - 6º movement - Final Part - Dreams, the Ultimate Freedom (Sonhos, a Liberdade Final)

O motivo da grafia em inglês é óbvio: Tornar os títulos compreensíveis a um maior número de pessoas. Espero que isto não ofenda os defensores mais arraigados de nosso idioma, pelo qual, aliás, sou apaixonado!

Agradeço aos leitores que me prestigiam através dos anos e aos novos que estão chegando. Agradeço a todos os que se transformarem também em ouvintes.

E, finalmente , e agradeço especialmente ao Recanto das Letras, por todo o paciente suporte que possibilitou a criação do site JB Xavier.

Em especial agradeço ao Sr. Patrick, que tão sabiamente vem conduzindo este importante empreendimento cultural, cuidando para que ele permaneça fiel ao propósito para o qual foi criado: A divulgação e o incentivo à cultura, neste país tão carente, que tanto precisa dela.

A ele dedico esta obra.

Muito obrigado a todos.
J.B.Xavier
15-08-2010
________________________________________

My dear friends, with the advent of the creation of the JB XAVIER’s site administered by Recanto das Letras, I took with my readers - and now listeners - the commitment to also disclose the songs of my own, and did it through the cover story of the site itself: "A journey into the magical world of poetry, painting and music."

Through the Recanto das Letras, my readers are already familiar with my writings, but it was only with the creation of the site that I could publish my drawings and paintings.

Now, I also started to publish my music. The musical genre chosen by me to the top of these publications was the "New Age" or by the vast possibilities it offers to the creation, or by a few canons music he claimed - which provides the composers may go to the extremes of their creativity - by far emotion he can convey.

Do not think about it that the "New Age" requires less knowledge of music than other genres of orchestral music. It just - by its very nature reductionist - clings to feeling much more steeped in music, that the complex techniques of traditional musical notation, which are often required virtuosos to perform them. In the New Age, virtuosity is much more in creating than in execution.

Furthermore, the chromatic and melodic beauty possible in this genre has no parallel, in my point of view, precisely because it does not stick to the traditional musical canons. Listen to Vangelis, Kitaro, Yanni, Enya, Loreena McKennitt and many others.

As a lover of music, in general, and classical music scholar in a special way, I\'m wondering how much the creations of Wagner must have bothered his contemporaries, when carried with it new shapes and bold musical unthinkable until then. (Regarding this issue, indicate the reading series "Wagner and Nietzsche," in http://www.recantodasletras.com.br/ensaios/37220) Obs. Text in portuguese.

So, my friends, let me to introduce a modest musical work, whose theme for me is the mainspring that makes life worth living: Freedom. (You can find it in "Áudio")

This is the "Symphony For Freedom" a work comprised of six movements, namely:

Symphony For Freedom - 1st movement - Overture - Across the Universe
Symphony For Freedom - 2nd movement - The Whisper of Silence
Symphony For Freedom - 3rd movement - Calliope\'s Song
Symphony For Freedom - 4th movement - Journey Through The Happiness
Symphony For Freedom - 5th movement - Before the greatness of God (
Symphony For Freedom - 6th movement - Final Part - Dreams, the Ultimate Freedom

I thank my usual readers, and all those who also become listeners.

And finally, I especially thank the Recanto das Letras, by the patient support which enabled the creation of the site JB Xavier. Especially, my gratitude to Mr. Patrick, who so wisely has been conducting this important cultural enterprise, ensuring that it remains true to the purpose for which it was created: Disclosure and the encouragement of culture, so lacking in this country, which sorely needs it.

To him I dedicate this work.

Thank you all.
J. Xavier B.
15/08/2010

Publicado por JB Xavier em 16/08/2010 às 09h52
 
08/08/2010 12h39
ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS!
Este é um dia especialmente especial para mim. Explico: É especial por ser dia dos pais, e assim, me motivar ainda mais, ao lembrar da graça que recebi de Deus por ter filhos maravilhosos. Dois deles, Jonathan e Jefferson administram nossa empresa. O terceiro, aos 21, formado aos 20, já é um publicitário encaminhado, e, pode-se dizer, bem sucedido. 

E é especialmente especial, porque por muito pouco eu não estou aqui neste dia para comemorar com eles nossas conquistas, nem desfrutar com meus leitores e amigos o prazer da arte:  No dia 03 de junho último, sofri um acidente vascular cardíaco agudo, e passei a minutos de ir para outros planos, não fosse a velocidade e presteza com que fui socorrido e atendido. 

Nos momentos de agonia - literalmente - em que, em meio à dor,  eu pensava que não sobreviveria, foram meus filhos, amigos e leitores, para quem vivo, os que me vieram à mente. Só quem já passou por situações-limite, sabe o que significa partir, tendo a tarefa  a que se propôs, inacabada e, principalmente, sem agradecer satisfatóriamente a todos os que tornaram nossas vidas felizes, sabendo que pode ser tarde damais para agradecer. 

Então hoje, neste Dia dos Pais, desejo agradecer aos meus filhos o presente que eles significam, e aos meus leitores o prazer com o qual me presenteiam ao acompanhar meus escritos, e aos meus amigos o brinde de suas existências.

Desejo agradecer, antes que seja tarde demais!

Publicado por JB Xavier em 08/08/2010 às 12h39

Site do Escritor criado por Recanto das Letras